A Argentina terá um desfalque de peso para a disputa da Copa América do ano que vem, em Caracas (Venezuela). O ala-armador Manu Ginobili anunciou por meio de seu blog no site do jornal La Nación que não vai integrar a seleção no torneio continental, que distribui quatro vagas para o Campeonato Mundial de 2014. Ele ainda não garante, porém, que as Olimpíadas de Londres tenham marcado o fim de sua carreira com a equipe nacional.

“Faltam dois anos para o próximo compromisso com a seleção, então é impossível dizer agora se estarei lá. É certo que não jogarei a Copa América (Pré-Mundial). Veremos o que acontecerá mais para frente”, declarou Ginobili, que passa férias em sua terra natal (Bahía Blanca).

Sobre a campanha da seleção argentina em Londres, o astro do San Antonio Spurs considera que o objetivo foi cumprido, mesmo sem subir ao pódio. “Nós fizemos o que esperávamos. Sempre dissemos que era muito difícil ganhar uma medalha ou até mesmo chegar às semifinais e conseguimos uma vaga entre os quatro melhores, até com mais folga do que em Jogos anteriores. Mas, quando você chega tão perto do prêmio, digerir a derrota fica muito mais difícil”, desabafou.

Ginobili tem 35 anos e participou das oito partidas da Argentina no torneio olímpico. Atuando pouco mais de 30 minutos em média, ele anotou 19.4 pontos, 5.4 rebotes, 4.1 assistências, 1.6 roubo de bola e mais de 44% de aproveitamento nos arremessos de longa distância.

Quer assistir a um jogo da NBA? Então aproveite o cupom de descontos do Jumper Brasil no Super Ingressos.