atl
bos
bkn
cha
chi
cle
dal
den
det
gsw
hou
ind
lac
lal
mem
mia
mil
min
nop
nyk
okc
orl
phi
pho
por
sac
sas
tor
utah
wsh
Postado em 22 ago 2012 às 23:36
Harden será o próximo McHale?

Era uma vez uma equipe que contava com um jogador talentosíssimo em seu elenco. Ainda era jovem, e apenas não era titular por opções táticas do treinador, embora fosse considerado peça fundamental tanto para o presente momento da equipe quanto para o futuro. As demais franquias da liga também viam o potencial do jogador, e […]

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Luiz Fernando Teixeira

Era uma vez uma equipe que contava com um jogador talentosíssimo em seu elenco. Ainda era jovem, e apenas não era titular por opções táticas do treinador, embora fosse considerado peça fundamental tanto para o presente momento da equipe quanto para o futuro. As demais franquias da liga também viam o potencial do jogador, e rumores de uma possível transferência começaram a aumentar perto do fim de seu contrato.

A sinopse acima pode descrever perfeitamente a atual situação de James Harden no Oklahoma City Thunder, não é verdade? Mas não é dele que estou falando, e sim do que Kevin McHale viveu no distante verão de 1983, quando seu contrato com o Boston Celtics acabou e ele se tornou agente livre restrito.

McHale havia acabado de finalizar sua terceira temporada na NBA, e era reserva de Cedric Maxwell desde que entrou na liga, mas seus números e importância na equipe, assim como Harden, não refletiam isso: 12.6 pontos, seis rebotes e 2.1 tocos em 25.7 minutos em quadra. Se fizermos a proporção para 36 minutos por partida, eles sobem para 17.6 pontos, 8.4 rebotes e três tocos. Nada mal, hein?

Por que ele era reserva? Seus números eram melhores do que os do titular, Maxwell (fazendo a mesma proporção para 36 minutos: 15.8 pontos, 6.9 rebotes e 0.7 tocos), assim como os números de Harden são superiores aos de Thabo Sefolosha.

Bom, a forte defesa de Sefolosha justifica sua titularidade, assim como o fato de Harden ser perfeito comandando os reservas durante a partida. Mas McHale? Ele era um defensor melhor do que Maxwell (fez parte do All-Defensive Team em seis oportunidades), e era reserva por questões que só Bill Fitch e KC Jones podem explicar.

Hoje em dia, há a dúvida se Harden continuará ou não no Thunder, porque ele tem apenas 22 anos (fará 23 ainda nessa semana), e pode não ficar satisfeito em continuar sendo reserva – inclusive foi eleito o melhor sexto homem da última temporada. Diferente de outros vencedores do prêmio, como Manu Ginóbili e Lamar Odom, ele ainda não provou o gosto de ser a principal estrela de uma franquia. Estará ele disposto a continuar na sombra de Kevin Durant e Russell Westbrook?

O próprio McHale não ficou sempre satisfeito em ser reserva. Antes de mesmo de assinar seu contrato de calouro com o Celtics, ele quase foi jogar na Itália (O treinador Bill Fitch chegou a dizer: “Deixe-o ir comer espaguete”), e em 1983 ele quase foi parar no New York Knicks. Mas ele continuou na franquia, ganhou dois dos três primeiros prêmios de sexto homem do ano dados pela NBA, se tornou titular da equipe após uma contusão de Maxwell, e fez parte do que foi considerado o melhor time de todos os tempos: o Celtics campeão da NBA de 1986.

E então, Harden será o próximo McHale? Tudo depende dele – afinal, tal qual o Celtics, o Thunder já declarou que pretende manter o jogador na franquia.

  • Anônimo

    Harden, um do meus jogadore favoritos…ser a sombra de West e Durant é inevitavel, afinal, sao 2 dos 10 maiores da NBA no momento…melhor ser a 3ª estrela do time, e brigar pelo anel, do q ir pra uma franquia menor q mau passa aos playoffs…

    • Digor

      Acho que para esta temporada penso como vc, ele tentará se manter na franquia buscando o anel, mas isso só agora. Acho que depois de uns dois anos tentará sair e ser estrela em algum lugar.

      Mas não podemos deixar de falar, nas finais ele não jogou bem. Acredito que pela imaturidade ainda, neste ano, talvez seja o seu melhor ano.

  • iuri

    Osama Bin Harden joga muito…mais n tem como evitar ser sombra de West e Durant na quadra…mais com essa barba dele, e pelo carisma, está criando uma imagem muito forte na liga, e ja está se tornando uma das principais peças da NBA

    • Digor

      De repente é por isso que ele vem do banco, quando os dois grandes estão fora ele fica mais a vontade para ser a estrela. Este ano acho que tudo muda.

    • Anônimo

      Osama Bin Harden KKKKKKKKKKKKKKK

  • Ricardo

    Por mais que Harden jogue muito, não me sai da memória a atuação patética dele na final.

    • RafaelRox

      é verdade… se for aquele jogador intranquilo sempre… em momentos decisivos… melhor buscar outra alternativa…

  • Plácido Alexandre

    Parabéns pelo texto,muito bom.

    • Dedé

      joga facil, acho q renova e fica para ter um anel!!!!!!!!!!

  • Ricardo Faria

    Texto pica

  • Julio Zago

    Grande texto, mostra profundo conhecimento da história do basquete. Na minha opinião Hardem deveria continuar no OKC onde terá a chance de disputar títulos e cravar seu nome na história da NBA e da franquia.
    Sinceramente acho Harden um grande jogador, mas não o vejo capaz de liderar uma franquia até um título, para isso ele precisaria da companhia de no mínimo outro all star e no OKC ele já tem isso, portanto o mais coerente é ele ficar.
    Talvez a questão financeira pese na escolha dele no futuro, independente da luta pelo título existem times com caps para oferecer um um salário muito maior, caberá a ele decidir o rumo que pretenderá seguir e o que deseja alcançar com sua carreira.

  • http://ofertasml.com.br/ Daniel Ofertas ML

    Muito bem feito o texto e o seu blog também parabéns.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2015 - Todos os direitos reservados