Mesmo com apenas 23 anos, Kevin Durant possui o currículo de um veterano. O jovem ala já foi campeão mundial e olímpico pela seleção dos EUA, cestinha das últimas três temporadas da NBA e finalista da liga neste ano. Agora, ele quer colocar sua experiência em favor dos jogadores mais jovens e ser um mentor dentro do elenco do Oklahoma City Thunder. O primeiro “pupilo” do astro será o novato Perry Jones III.

“Perry e eu viramos amigos depois que ele foi escolhido pelo time. Estou feliz que tenha alcançado sua meta, o sonho pelo qual lutou por tanto tempo. Temos um bom relacionamento e estou ansioso para acolhê-lo, ensinar e também aprender. Só vou tentar fazer com que se torne o melhor atleta possível e tenho certeza que ele tentará o mesmo comigo”, explicou Durant, segundo mais lembrado na votação do prêmio de MVP da última temporada.

Nos últimos meses, o 28º selecionado do draft deste ano foi muito criticado por sua postura pouco empenhada dentro de quadra. Para Durant, a impressão é errada. “Perry é um garoto que realmente se importa sobre sua equipe e os companheiros. Muitos jogadores do seu nível só se importam com eles mesmos. É muito raro termos alguém tão jovem que se importe com o time”, garantiu.  

Quer assistir a um jogo da NBA? Então aproveite o cupom de descontos do Jumper Brasil no Super Ingressos.