JUMPER BRASIL

Notícias, Artigos, Vídeos, Rumores, NBA

Será Tracy McGrady o novo Glenn Robinson do Spurs?


Eu acho incrível como, com o passar do tempo, algumas coisas se repetem, em ciclos. Quem acompanha alguns dos meus textos aqui no Jumper Brasil já deve ter notado como eu gosto de explorar isso. Já falei de Kevin McHale e James Harden, do Houston Rockets e do Cleveland Cavaliers, Tim Hardaway e Derrick Rose, de Steve Nash e Karl Malone. Enfim, curiosidades como essas me atraem. E mais uma vez uma notícia me fez lembrar de algo do passado.

Tracy McGrady assinou contrato com o San Antonio Spurs e é a esperança da franquia para substituir o lesionado Boris Diaw e o dispensado Stephen Jackson na rotação, na luta por um título que não vem há seis temporadas.

O ala-armador foi ídolo no Orlando Magic e no Houston Rockets (com passagens por Toronto Raptors, New York Knicks, Detroit Pistons e Atlanta Hawks). Aos 33 anos e sem disputar uma partida na NBA há quase uma temporada, suas chances de ser campeão já eram dadas como encerradas. Mas aí o Spurs resolveu lhe dar mais uma chance e o contratou, às vésperas dos playoffs.

Suas médias na carreira são animadoras, é claro: 19.6 pontos, 5.6 rebotes e 4.4 assistências, com 43,5% de aproveitamento nos arremessos em 936 partidas disputadas. Infelizmente, lesões no joelho o toldaram na liga, e há anos ele não apresenta mais o mesmo basquete que o consagrou, sem a explosão que lhe era característica.

Ainda assim, ele não havia se aposentado: estava atuando na China, com médias de 25.0 pontos, 7.2 rebotes, 5.1 assistências. Apesar dos número serem animadores, é bom lembrar que:

a) Seu time acabou em último lugar.

b) É a liga chinesa, onde parece que todo mundo tem média de video-game. 

O que o Spurs pode esperar de McGrady? Um cestinha experiente vindo do banco de reservas para retirar o peso das costas de Manu Ginóbili, Tony Parker e Tim Duncan, além de não comprometer muito na defesa. Particularmente, não consigo vê-lo fazendo mais do que isso – e espero estar errado.

Essa situação é tão semelhante com a que Glenn Robinson viveu há oito anos que com certeza não fui o único a notar.

O ala havia sido ídolo no Milwaukee Bucks (com passagens por Atlanta Hawks, Philadelphia 76ers e New Orleans Hornets – embora não tenha jogado nenhum partida pela última). Aos 32 anos e sem disputar uma partida na NBA há quase um ano, suas chances de ser campeão já eram dadas como encerradas. Mas aí o Spurs resolveu lhe dar mais uma chance e o contratou, às vésperas dos playoffs.

As médias daquele que foi a primeira escolha do draft de 1994 eram muito boas: 20.8 pontos, 6.1 rebotes e 2.8 assistências, convertendo 45,9% dos arremessos em 679 partidas disputadas. Infelizmente, ele passou quase um ano sem atuar por conta de lesões no cotovelo e no tornozelo, além de problemas pessoais, como a morte da mãe. Dispensado pelo Hornets sem nem mesmo entrar em quadra, um mês depois foi jogar no Spurs, assumindo o lugar do lesionado Devin Brown e do dispensado Dion Glover, a tempo de disputar nove partidas da temporada regular.

Mas o que o Spurs poderia esperar de Robinson? Durante a carreira, ele se mostrou oposto à filosofia do time, sendo egoísta dentro de quadra. Mas como o próprio Gregg Popovich disse à época, eles queriam um cestinha experiente vindo do banco de reservas para retirar o peso das costas de Manu Ginóbili, Tony Parker e Tim Duncan, além de não comprometer muito na defesa.

Suas médias no fim da temporada foram discretas, com 10 pontos e 2.7 rebotes, em 17.4 minutos. Nos playoffs, seu tempo de quadra foi ainda menor: 8.7 minutos em 13 partidas – ele só jogou 3 dos 7 jogos das Finais, por exemplo, em que o Spurs se tornou bicampeão da NBA. Depois do título (e de sua participação discreta), ele não foi mais chamado pela franquia, ou por nenhuma outra, tendo uma aposentadoria melancólica.

O que vai acontecer com McGrady? Ele vai finalmente vencer uma série de playoffs? Será que com a sua ajuda eles voltarão a vencer o título, naquela que pode ser a última temporada de Tim Duncan em alto nível? E depois? Ele continuará no time ou será dispensado? E se for, alguma outra equipe na NBA ainda vai o querer?

Essas perguntas só poderão ser respondidas no futuro, ao longo da pós-temporada. E todos nós estaremos assistindo ao Spurs nos playoffs ansiosos pelas respostas.

Sobre Luiz Fernando Teixeira

Colaborador do Jumper desde 2012. Pernambucano radicado em Salvador há mais de 10 anos, aficionado pela história da NBA e torcedor do Phoenix Suns - por causa de Steve Nash.

22 comentários em “Será Tracy McGrady o novo Glenn Robinson do Spurs?

  1. Anônimo
    abril 21, 2013

    No video do top ten do McGrady, aos 38 segundos é LeBron com a camisa do Bulls?

    • Vinícius Maia
      abril 21, 2013

      É ele mesmo mano

  2. Luiz Funchal
    abril 21, 2013

    se o final for o mesmo para ambos, pode ter certeza que nós, fãs do McGrady estariamos bem felizes. Eu particularmente tinha perdido as minhas esperanças em ve-lo voltar, até porque o próprio, quando foi pra China, disse que seu ciclo na liga tinha acabado.
    E o cara volta, e além de vencer uma série de playoffs, vence o título também? Creio que as chances disso acontecerem são remotas, mais agora é esperar pra ver.

  3. Zack Batista
    abril 21, 2013

    Fututo deT-MAC realmente, só após as séries de playoffs pra dizermos algo, de como vai ser sua produtividade. A príncipio, entrará no lugar de Kawhi Leonard, pro ala titular descansar, jogar seus 10, 14 minutinhos, e dependendo da situação de Manu, poderá ganhar ainda mais tempo de quadra. Sabemos tbém q a liga Chinesa, é bem menos atlética do q a NBA, por isso, ainda não sabemos, até q ponto o Mcgrady poderá contribuir c o Spurs nos playoffs, q exigi ainda mais do atleta.

  4. Anônimo
    abril 21, 2013

    Quem não o conhece olha esse video Top 10 do T-mac e pensa:” Esse cara deve ter sido um dos melhores jogadores de todos os tempos, com titulos e tudo mais” .
    Sou fã D+ desse cara, só existia ele pra bater kobe.
    Mas quem sabe ele não ganha esse titulo!!

    • vveiga1
      abril 21, 2013

      Se tivesse continuado com carter em toronto iria ter batido. Opinião minha.

      • ramiro
        abril 21, 2013

        Discordo.

        Falta a etica do trabalho. Kobe tem. T-mac não

      • vveiga1
        abril 21, 2013

        Ele pensou em ser estrela e na grana. Se não tivesse pensado nisso ele e o carter seriam uma dupla incrível. Isso é certeza.

      • Michel Moral
        abril 22, 2013

        Tá doido. Chegaram para o T-Mac e disseram: “você sempre será a sombra do seu primo (V. Carter), o último arremesso é sempre dele”.

        Toronto diminuiu T-Mac, então ele saiu e fez o que fez.

      • Michel Moral
        abril 22, 2013

        Completando…

        É algo muito parecido com a atitude do Harden. Não vejo nada que abale o caráter deles.

      • vveiga1
        abril 22, 2013

        Rapaz, num sei se foi assim não. A relação dele com o carter foi boa. Nunca vi nada errado de ele com o toronto. E carter era clutch para CACETEEE! Ainda é. É um dos mais de toda a história. Se fosse para mandar para qualquer um dos dois eu mandaria para o carter sempre também. Sinceramente.

      • vveiga1
        abril 23, 2013

        Não to dizendo que foi falta de caráter dele. To dizendo que ele pensou em ser estrela e na grana. Isso é o que eu acho que foi. Ele cansou de ser sombra do carter e queria ser estrela e ganhar mais. Essa história que você disse eu não sei se é verdade. Sei que o carter é mais clutch que o mcgrady. Na minha opinião é.

    • Vinícius Maia
      abril 21, 2013

      Eu não acompanhei NBA nessa época, mas me pergunto porque será que o Rockets não conseguiu alcançar um título quando contava com T-mac e Yao Ming. Nessa época, o T-mac parecia ter amadurecido bastante como jogador. Aparentemente, nessa época ele deixou de ser um cara preocupado apenas com grana e fama, começou a se preocupar em ser um jogador capaz de garantir vitórias para o time. É uma pena não ter conseguido nada

  5. Joao Rafael Barros
    abril 21, 2013

    Iverson>>>>>>>>>>>>>>Mcgrady>>>>>>>>>>>>>>>Carter>>>>>>>>>>Garnett>>>>>>>>>>>Kobe

    • AlexWolves
      abril 21, 2013

      kkkkkk

  6. Zack Batista
    abril 21, 2013

    Estava lembrando do Iverson nessa semana, q tive grande prazer de acompanhar a carreira dele na NBA. Temos esses PG’s de hj como: CP3, Deron Williams, D.Rose, Westbrook, S.Curry, Rondo, Irving, Wall, dentre outros, não vejo nenhum deles acima do grande Allen Iverson. Jogador leve de 1,83m, muito habilidoso, rápido, incansável, infiltrador nato e de um potencial de definição como ninguém. Eu até tinha a camisa do Sixers azul na época, como eu tive tbém do Michael Jordan(é claro), kobe Bryant(a tradicional amarela, nº 8) e do Vince Carter(aquela da cor preta e roxa, q o Ross usou no campeonato de enterrada deste ano), enfim, tais jogadores já fazem falta pra liga. E Iverson, pra mim, está entre os 10 maiores jogadores de todos os tempos.

    • Vinícius Maia
      abril 21, 2013

      Mano…CP3 coloca Iverson no bolso. Se for falar de dribles e explosão, Derrick Rose também o supera. Iverson realmente era rápido e bom infiltrador, mas era muito fominha e seu aproveitamentos nos arremessos de quadra era péssimo. Também já fui muito fã do Iverson mas vendo CP3, Derrick Rose, Rajon Rondo, Irving dentre outros, eu vejo que Iverson não era tudo isso.

      • Zack Batista
        abril 22, 2013

        Depende muito do ponto de vista pra definirmos jogadores A,B ou C ,sabe Vinícius. Se for analisar armadores natos, com certeza CP3, Rondo, Deron, por exemplo, envolve muito mais o time do q foi o Iverson no passado, lembrando q Iverson teve boas médias de assistências tbém em várias temporadas. O armador de Philadelfia, tinha temporadas de 27, 30, 31 pontos em média em seu auge, e tbém levou o fraquíssimo time do Sixers a conquista da confef. Leste e perdendo a final da NBA para o poderoso Lakers de Kobe e Shaq. Eu coloco o Iverson acima desses Pg’s de hj, pela importância e impacto q ele exercia em uma equipe, por mais fominha q ele fosse(Kobe tbém é, e é um dos maiores de todos os tempos), conseguia ser bastante produtivo nos jogos. É raro ver um jogador leve e baixo, ser tão agressivo e potencialmente definidor, como foi Allen, de infiltrar no meio dos gigantes(q por sinal na época, tinha vários pivôs de ponta, como: Shaq, D.Robison, Duncan, P.Ewing, Sabonis, A.Mourning, dentre outros), e definir jogadas como ninguém. Me desculpe, mas D.Rose é apenas um jogador parecido com o jogo do Iverson, de explosão tbém, q tem muito a crescer ainda, por enquanto, o vejo abaixo dele. Dou minha singela opinião, de quem acompanhou toda a carreira do polêmico armador Allen Iverson.

  7. rodrigohawks
    abril 21, 2013

    simplesmente ele e foda era tão bom que o hawks contratasse ele denovo ……..

  8. Michel Moral
    abril 22, 2013

    Eu entendo que a intenção de quem escreveu a matéria é provocar um senso crítico do que vai acontecer.

    TODO MUNDO SABE que a época de Iverson, T-Mac, etc., já se foi.

    Qual é o doido que espera que eles voltem e façam 30 pontos por jogo? Para mim, jogar 15min. e fazer quase 10 pontos é uma grande vitória na carreira e não um fracasso, considerando que você está jogando na NBA e é um veterano.

    Temos que parar de massacrar esses caras que fizeram história. Um dia iram criticar LeBron, Wade, CP3 e dizer que eles fracassaram porque existem outros jogadores que estão nas paradas do sucesso. Pequeno isso…

    • Michel Moral
      abril 22, 2013

      Desculpa a falha no português o verbo correto no último parágrafo é “irão”. Digitar rápido e sem ler o que escreve dá nisso… rs

  9. Fábio Ribeiro
    abril 22, 2013

    tomara que não seja, se Boston vazar, torcerei mt pro Spurs e pra ele ganhar esse anel, pq ele merece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em abril 21, 2013 por em Artigos, Destaque, San Antonio Spurs.
%d blogueiros gostam disto: