Depois de várias especulações, o Phoenix Suns anunciou seu novo gerente-geral nesta terça-feira. Ryan McDonough, que atuava como assistente de Danny Ainge no Boston Celtics, foi o escolhido da direção do Arizona para suceder Lance Blanks no cargo. Durante o processo, os nomes de ex-jogadores da franquia, como Grant Hill e Charles Barkley, surgiram como possibilidades para assumir o posto.

“Ryan distinguiu-se entre um grupo de candidatos”, declarou o presidente do Suns, Lon Babby, ao site oficial da NBA. “Sua liderança natural e capacidade de comunicação servirão ao time muito bem. Sua ética de trabalho prodigiosa e habilidade para identificar talentos vai permitir tirar o máximo proveito das dez escolhas de draft, incluindo seis na primeira rodada, que teremos nos próximos três anos. Damos boas vindas ao seu pedigree de campeão em nossa organização”.

McDonough, de 33 anos, é considerado um dos melhores nomes entre os jovens executivos da liga. Ele é comparado com dirigentes consagrados da nova geração, como Sam Presti (GM do Oklahoma City Thunder), Masai Ujiri (GM do Denver Nuggets) e Rob Hennigan (GM do Orlando Magic). Apesar da pouca idade, ele já trabalha em Boston há dez anos e foi fundamental para a reconstrução da equipe.

Foi a sua capacidade de identificar jovens talentos que trouxe para o Celtics nomes como Avery Bradley, Rajon Rondo e Jared Sullinger para o time, além de outros bons jogadores via draft que já deixaram a franquia: Al Jefferson, Kendrick Perkins, Tony Allen e Glen Davis.

Quer assistir a um jogo da NBA? Então aproveite o cupom de descontos do Jumper Brasil no Super Ingressos.