O primeiro dia de julho prometia o início da offseason mais movimentada da carreira do pivô Tiago Splitter. Especulava-se que times como Portland Trail Blazers e Atlanta Hawks fariam propostas com altos valores pelos serviços do agente livre restrito do San Antonio Spurs e a saída da equipe era uma possibilidade real. No entanto, a agitação ficou só na promessa: em dois dias, o brasileiro já estava com sua renovação acertada com a franquia texana.

“Meu agente disse que seria uma longa offseason para mim. Você se sente bem quando outros times querem contratá-lo. Mas o Spurs fez uma proposta de que gostei e era ótima para minha família. Eu queria ficar e tinha a chance nas mãos. Não podia dizer não”, contou Splitter, em entrevista ao jornal San Antonio Express-News. O novo contrato renderá US$36 milhões ao atleta nas próximas quatro temporadas.

O pivô de 28 anos ficou lisonjeado ao saber do interesse de outras equipes no seu basquete, mas confessa que sua intenção nunca foi deixar o Spurs. “Quando se faz parte de um time tão bem sucedido, você precisa continuar com o que está funcionando. Nós não ganhamos o título na última temporada, mas chegamos muito perto. Eu realmente queria seguir aqui. Sempre foi a minha primeira opção”, explicou.

A derrota em sete partidas na série contra o Miami Heat não é a única lembrança ruim que Splitter guarda das finais deste ano. Prejudicado pelas formações mais baixas usadas pelo adversário, o então titular perdeu muito espaço na rotação e viu a maior parte dos jogos derradeiros da decisão do banco de reservas.

“Para mim, foi difícil ter que ficar no banco na reta final. Foi o momento mais difícil de toda temporada. Nós tentamos formações mais altas, mas funcionava melhor quando jogávamos com um quinteto mais baixo. Não tem jeito de tirar tudo o que aconteceu da cabeça, mas a única coisa que você pode fazer é seguir em frente, pensar na próxima temporada”, finalizou o pivô.

Splitter está na NBA desde 2010 e já disputou 200 partidas com a camisa da equipe de San Antonio Spurs. Na última temporada, o brasileiro foi titular em 58 dos 81 jogos que realizou pela franquia e acumulou médias de 10.3 pontos e 6.4 rebotes em pouco menos de 25 minutos de ação.

Quer assistir a um jogo da NBA? Então aproveite o cupom de descontos do Jumper Brasil no Super Ingressos.